Reportagem Taça Portugal 1/5 2010

 

 

 

O BejaRCRaceway recebeu no passado domingo, 10 de Outubro a Taça de Portugal 1/5 Pista. 

 

21 pilotos disputaram uma prova onde as variações climatéricas foram várias e dificultaram bastante o trabalho de todos, pilotos, mecânicos e organização.

No sábado com uma tarde de sol onde vários pilotos tiveram o primeiro contacto com um dos traçados desta pista de velocidade do CRB foram registados tempos de assinalar.

Mas no domingo de manhã foi tudo diferente e depois de uma noite de trovoada a pista recebeu os pilotos ainda bem regada e não foram muitos os pilotos com vontade de “limpar” a pista sendo que o sol foi dando uma ajuda.

 

 

 

Nesta 1ª serie de mangas, com a pista molhada, José Silva e Miguel Fazenda conseguiram completar 24voltas nos 10 minutos de corrida mas a melhor volta foi mesmo de Gonçalo Almeida em 23.681. Destaque ainda nesta série para a estreia nesta escala do único piloto do CRB inscrito nesta prova, António Lança que conseguiu um respeitável 5º lugar com 22 voltas.

 

CLASSIFICAÇÃO DA 1ª SÉRIE DE QUALIFICAÇÕES

 

Na 2ª serie, aproveitando o trabalho de limpeza dos 12 pilotos que correram na 1ª, os tempos melhoraram um pouco e a melhor volta já marcava o segundo 20, por Tiago Sykes que venceu com 2 voltas de vantagem para José Silva, Joel Mendonça e Miguel Fazenda. Jorge Ataide, o outro alentejano em prova, conseguia o 5º posto nesta serie com 25 voltas.

 

CLASSIFICAÇÃO DA 2ª SÉRIE DE QUALIFICAÇÕES

 

 

 

Com o tempo, e o sol a ajudar, a pista melhorou e na 3ª serie apenas a manga 3 ( a primeira a correr) não teve a pista completamente seca sendo que nas mangas 2 e por fim a 1 já proporcionaram a pilotos e máquinas uma condução no limite das suas potencialidades. Os tempos foram baixando e mais de metade dos pilotos já rodava abaixo do segundo 20. A volta mais rápida pertenceu de novo a Tiago Sykes mas desta vez foi Gonçalo Almeida a conseguir o primeiro lugar da serie com 31 voltas as mesmas que José Silva e Miguel Fazenda.

 

CLASSIFICAÇÃO DA 3ª SÉRIE DE QUALIFICAÇÕES

 

Assim, e como prevê o regulamento, a manga 3 teve direito a uma 4ª serie a terminar a manhã.

 

CLASSIFICAÇÃO DA 4ª SÉRIE DE QUALIFICAÇÕES

 

Depois teve lugar o intervalo para almoço e, quando não parecia provável, a chuva voltou e em pouco mais de 20 minutos de chuva intensa a pista ficou “alagada”.

O intervalo de almoço foi prolongado na esperança que o vento levasse a chuva para longe, e assim foi. Mãos à obra, com a ajuda de alguns pilotos, os membros  do CRB conseguiram rapidamente minorar os estragos causados pela tempestade.

 

 

 

Os 1/4 final no entanto rodaram com a pista ainda bem molhada e com a não participação do piloto Fernando Rosa, os restantes 6 pilotos limitaram-se a discutir em que 1/2 final iriam correr e em que ordem, sendo que todos eles ficaram apurados. Joel Mendonça não fez por menos, venceu e conseguiu tambem a melhor volta em 23.419.

 

 

 

RESULTADO DOS 1/4 DE FINAL

 

Nas 1/2 finais ficava claro que ainda havia alguma água na pista e como tal o apuramento seria ditado pela qualificação dos primeiros 5 lugares de cada final.

Na 1/2 Final B, João Ramos impos um ritmo muito bom e venceu com 2 voltas de vantagem para Miguel Fazenda registando ainda a melhor volta em pista. Fabio Machado, António Martins e Alexandre Vieira completaram a lista dos 5 primeiros apurados para a grande final.

 

 

RESULTADO DA 1/2 FINAL B

 

Na 1/2 Final A, foi novamente Gonçalo Almeida o protagonista pois venceu com 2 voltas de vantagem para Alexandre Encarnação e fez ainda a melhor volta em 23.223.

Os restantes lugares de acesso à final foram disputados até ao ultimo minuto de corrida, com Joel Mendonça , José Silva e Jorge Ataide a conseguirem uma preciosa volta de vantagem que garantiu o lugar na Final de 30 minutos que iria decidir o vencedor desta Taça de Portugal 2010.

 

RESULTADO DA 1/2 FINAL A

 

Para a Final a pista estava um pouco melhor mas longe ainda de ficar seca e permitir uma condução mais arrojada, assim Alexandre Encarnação logo de inicio pegou no comando da corrida e não deixou que ninguem incomodasse levando uma vantagem para os mais directos adversários que viria a ser essencial para o desfecho da prova.

Na parte final foram vários os pilotos da frente a queixarem-se de algo de errado na classificação que figurava no ecran das boxes, depois de analisado o volta a volta da corrida entre o Director de Prova e o Delegado Fepra chegou-se à conclusão que alguns dos pilotos tinham razão e em momentos diferentes foram penalizados na contagem de voltas sendo os resultados alterados de acordo com o apurado e a vitória não deixou de sorrir ao piloto algarvio Alexandre Encarnação que foi tambem o piloto mais rápido em pista, sendo mesmo o único a rodar abaixo do segundo 20, José Silva e João Ramos completaram o podium.

 

RESULTADO DA FINAL

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL 

 

 

 

Terminava assim a 1ª prova de velocidade, de ambito nacional, na pista de Beja. Com muita chuva, muito público (quando a chuva deixava) e um ambiente de saudar entre todos os participantes que se nota até no corredor de boxes com a entre ajuda constante.

Muitos parabens ao vencedor Alenxandre Encarnação, e a todos os participantes que estiveram em Beja neste fim de semana muito instavel mas que mesmo assim permitiu corridas de grande competitividade e um espectaculo assinalavel.

Um agradecimento especial a todos os que participaram na preparação e organização desta prova que fecha o calendário de provas oficiais Fepra 2010 na pista de Beja.