2ª Prova Regional Sul 1/8TT 2010 - Beja

 

 

Custou mas foi!

 O CRB recebeu a 2ª prova a contar para o Campeonato Regional Sul 1/8 TT 2010.

 

 

 

 

Dia 25 de Abril de 2010, um dia para recordar,  CRB estreia a sua nova pista de TT embora ainda não inaugurada oficialmente, numa prova bem disputada com muito calor e um traçado novo a fazer as delicias dos pilotos.

Foi com uma natural curiosidade que os pilotos de Regional se deslocaram a Beja para a realização de mais uma prova a contar para o Campeonato Regional Sul 1/8 TT.

36 pilotos participaram nesta prova  e puderam disfrutar de um traçado totalmente por estrear e com muitas novidades, um salto triplo ( que é mais um 1+2) onde os carros chegam aos 3 a 4 metros de altura e uma curva “releve” com 2 metros de altura e muitos outros saltos compõem este traçado muito rápido e com um piso de grande qualidade embora ainda muito “sujo” devido à sua pouca (aliás nenhuma) utilização anterior ao dia de treinos, sábado.

Todos os pilotos começaram por testar a velocidade e tempo de salto do tal triplo pois fazia toda  a diferença conseguir uma sequência perfeita para rodar perto dos 40 segundos.

 

 

 

Na 1ª série de qualificações Nuno Lã foi o único a conseguir bater a marca dos 40segundos mesmo assim António Peixe e Carlos Sancho conseguiam ser mais regulares e assim ficava a primeira série de mangas.

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL DA 1ª SÉRIE

 

Na 2ª serie já Luis Vieira arriscava  mais e conseguia levar a melhor sobre os restantes completando 8 voltas na manga de qualificação.

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL DA 2ª SÉRIE

 

Na 3ª serie Luis Vieira repetia as mesmas 8 voltas apenas seguido de Nuno Lã que assim perdia o título de TQ, e o piloto do Algarve ficava com o record de pista fixado em 39.897s.

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL DA 3ª SÉRIE 

 

Terminava assim a qualificação da prova com Luis Vieira no topo da classificação e a pista ainda por “limpar”, situação normal para uma pista nova.

 

CLASSIFICAÇÂO GERAL DA QUALIFICAÇÃO 

 

 

 

Na parte da tarde o calor apareceu e Beja fazia cumprir a tradição de provas bem “quentes” como nos tem habituado.

Os 1/8 de final A acabaram por não se realizar devido à desistencia por problemas técnicos do 4º piloto apurado ficando automaticamente os restantes 3 pilotos apurados. Já nos 1/8 final B João Grosso disputou até ao fim, com Marco Ferro, pela liderança levando a melhor sobre o mesmo e deixando o 3º classificado a 2 voltas de distância, o jovem Vasco Rodrigues de Évora.

 

CLASSIFICAÇÃO 1/8 FINAL B

 

Estavam assim definidos os 20 pilotos a disputar os ¼ de final. Nos ¼ final A Pedro Pereira levou a melhor sobre Pedro Tendinha e Rui Rodrigues terminando os 3 classificados para a ½ Final A com as mesmas 24 voltas deixando o 4º classificado, Miguel Graça, a 1 volta.

 

 

 

CLASSIFICAÇÃO 1/4 FINAL A

 

Nos ¼ de Final B o ritmo foi um pouco inferior e Henrique Santana venceu apenas com 11 segundos de vantagem para Ricardo Gomes e Carlos Borralho que completava assim os 20 semi finalistas da prova.

 

CLASSIFICAÇÃO 1/4 FINAL B

 

Na ½ Final A Luis Vieira voltou a puxar dos galões e venceu com uma volta para os 2º Nuno Rola e 3º Miguel Reis seguidos de António Andrada e Pedro Tendinha, Luis Ferrão ficava a uns escassos 7 segundos do piloto do Algarve falhando assim a final assim como António Peixe que viria a abandonar a corrida a 2 minutos do fim.

 

CLASSIFICAÇÃO 1/2 FINAL A

 

 

 

A 1/2B prometiam uns 20 minutos animados e assim foi, Nuno Lã voltava a destacar-se com uma victória seguido de Hugo Mata na mesma volta e André Lima, Gonçalo Loios e Carlos Sacho, todos a 1 volta de distância.

 

CLASSIFICAÇÃO 1/2 FINAL B

 

 

 

Estavam então encontrados os 10 finalistas do dia, Luis Vieira na frente da saida seguido dos Nunos, Rola e Lã. A Final foi uma  “corrida de loucos” tal foram as alterações de liderança e trocas de posição entre muitos dos pilotos da frente. Nuno Lã viria a ter problemas técnicos na parte final da corrida e deixou sozinho Luis Vieira que terminou com 2 voltas de vantagem para o 2º Carlos Sancho, que fez uma prova de recuperação começando do 10 posto terminando na 2ª posição.
Hugo Mata completou o podium em 3º lugar a 1 volta do piloto de Beja( mais propriamente da Cuba). De destacar ainda que na final ,Luis Vieira viria a bater o record de pista, fixando assim o record oficial do novo traçado de Beja em 39.650s.

 

 

 

CLASSIFICAÇÃO DA FINAL

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL

 

 

 

Durante a final tivemos o previlégio de contar na assistência com alguns dos membros do novo executivo da Cãmara Municipal de Beja, o Vereador Miguel Góis e o Presidente Jorge Pulido Valente que ficou até ao fim da corrida e entregou os prémios aos 10 finalistas e Pole Position, o nosso agradecimento pela consideração prestada.

Todos os presentes estão de parabéns pelo dia bem passado num ambiente de grande convivio e bom nivel de competição e é claro ao CRB que inaugura assim a sua 3ª pista de Todo o Terreno com umas condições que só podem trazer mais adeptos e praticantes à modalidade.

Uma palavra tambem para as empresas que apoiaram desde o inicio o CRB nesta “aventura” da criação do BejRCRaceway que em breve será devidamente inaugurado com popa e circustância. O McDonald´s, AC Condominios, Botelho&Filho, Frango à Guia, JMSI, Liderinveste, BejaCor, Manuel Eduardo Manuel, Graça & Nobre, JPDesign, KitMáquinas, Frasomáquinas, Só Café, Pipocas & Cambalhotas eToyota, o nosso sincero agradecimento.